quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Artilheiros do Brasil, L. Damião e Neymar duelam em dia final de especulações


Os jogadores mais cobiçados da temporada no futebol brasileiro, Neymar e Leandro Damião duelam às 21h50 desta quarta-feira, no Beira-Rio, no último dia de validade da janela internacional de transferências em 2011. Só que cada um deles tem situações diferentes. Enquanto Neymar está garantido até dezembro, Damião ainda pode sair, indo para o Tottenham, da Inglaterra.

Os expressivos números dos atacantes os deixaram ainda mais valorizados no mercado. Damião é o artilheiro do futebol brasileiro no ano, com 34 gols. Já Neymar fez 28, sendo metade deles servindo à seleção sub-20 e principal.

O alvinegro já conta com a garantia de permanência de Neymar, mas sabe que o Real Madrid voltará à carga pela contratação do atacante logo na reabertura da janela. Já o Inter ainda não possui a mesma certeza com Leandro Damião.

No Inter, Damião cansa de dizer que quer ficar. O clube também deseja a permanência. Mas uma nova investida do Tottenham, que já fez duas propostas, pode ser irremediável. Os dirigentes chegaram ao ponto de confirmar a torcida contra um terceiro contato dos ingleses.

Leandro Damião chegou ao Inter egresso do Atlético Ibirama, de Santa Catarina. E começou a se destacar na final da Libertadores do ano passado, quando marcou o gol da virada em cima do Chivas, do México. De lá para cá, uma série de boas atuações. Que se tornaram rotina a partir de janeiro.

Além do Tottenham, o Dnipro, da Ucrânia, e um clube do mundo árabe mostraram interesse. E até esboçaram pagar mais de 20 milhões de euros - valor pretendido pelo clube gaúcho. Mas aí foi o jogador que disse não. Já que o plano é trocar o Brasil por um grande clube da Europa.


Com multa rescisória estipulada em 45 milhões de euros (R$ 103 milhões), o Santos não tem nem mais a garantia de que o valor será inibidor na busca da manutenção a longo prazo de Neymar. O temor é de que o jovem lute pela transferência após o Mundial de Clubes.

O planejamento traçado pelo alvinegro é pela permanência de Neymar até o fim da Libertadores-12. Acordos com Real Madrid e Barcelona, os principais interessados, serão facilmente desenrolados caso essa exigência seja aceita.

Um projeto bem mais audacioso, quase utópico, ainda visa prorrogar a presença de Neymar até a Copa do Mundo de 2014 no Brasil. No entanto, todos no clube sabem que dificilmente o jovem aceite permanecer no Santos por tanto tempo.

Damião e Neymar são presenças certas no futebol europeu. Resta saber quando isso vai acontecer. Com o encerramento de mais uma janela, Internacional e Santos ainda podem desfrutar de possuírem no elenco os artilheiros do país na temporada.



Att: Marcel Henrique

terça-feira, 30 de agosto de 2011

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Muricy relembra reação em conquista do São Paulo e diz que título ainda é possível

Muricy Ramalho considera que o título brasileiro será muito difícil para o Santos, mas não impossível. São 15 pontos de diferença para o líder Corinthians, embora o time da Vila tenha um jogo a menos. O treinador se apega na conquista do São Paulo em 2008, dirigido por ele, para crer na possibilidade de o Santos ser campeão.

Naquela ocasião, o São Paulo reverteu vantagem do então líder Grêmio de 11 pontos, diferença que o time gaúcho possuía no final do turno. A equipe do Morumbi terminou a competição com o título nacional.

“Ganhei título com diferença de 11 pontos para o Grêmio. Aconteceu, né. A gente tirou”, lembrou.

Apesar de buscar razões motivacionais para sonhar com uma conquista, Muricy reconhece que o Santos não tem apresentado sinais de reação. O treinador lista motivos para tal irregularidade.

“A gente tem tido muito problema. O Elano, Arouca e o Ibson estão machucados por excesso de jogos. Não vamos ter jogadores pra pôr na quarta. Temos atletas suspensos, pendurados. Então, pela circunstância, é difícil, mas não impossível”, disse Muricy.

Com 22 pontos em 18 jogos disputados, o Santos encara o Internacional na quarta-feira, às 21h50, no Beira-Rio.

(Uol esporte)


Att: Marcel Henrique

Palmeiras vira, encerra tabu, mas Corinthians lidera e leva 1º turno

PALMEIRAS 2 x 1 CORINTHIANS


  De virada, com direito a grandes participações de Luan e do estreante Fernandão, o Palmeiras teve tarde feliz em Presidente Prudente, neste domingo. Contra o Corinthians, superou um gol de Emerson para vencer por 2 a 1 e encerrar um incômodo jejum de seis jogos sem bater o rival, que apesar de uma flagrante queda de desempenho e novo resultado ruim, ainda se vê em primeiro lugar do Campeonato Brasileiro. 
  Graças ao empate entre Flamengo e Vasco, o Corinthians é o campeão do primeiro turno com 37 pontos, mas já soma nove partidas com apenas duas vitórias. Fortalecido pelo clássico, o Palmeiras não sobe nenhum degrau na classificação e continua em sexto, agora com 32 pontos. 
  Com Luiz Felipe Scolari nas tribunas, suspenso pelo STJD por discussão com a arbitragem contra o Atlético-MG, o Palmeiras fez jogo equilibrado até os 30min e saiu atrás graças a um gol de Emerson, com ligeira falha de Marcos. Foi aí que uma troca mudou a partida: Fernandão, centroavante que chegou do Guarani e sequer teve apresentação, deu mais poder de fogo ao time, que dominou sobretudo após o intervalo. Luan e ele fizeram os gols. 
  Dois dias depois de completar 97 anos, o Palmeiras encerrou, além do jejum do clássico, uma sequência negativa de cinco partidas sem triunfo na Série A. Volta a campo agora na quarta-feira, no Engenhão, em confronto direto das primeiras posições, contra o Botafogo. A partida ocorre às 21h50 (de Brasília). No mesmo dia, às 18h, o Corinthians recebe o Grêmio no Pacaembu.
*Fonte: Terra
Abs
Dan Castanho

domingo, 28 de agosto de 2011

Santos 1 x 1 São Paulo - Bom empate na Vila !


  O São Paulo foi um time guerreiro. Mesmo com um jogador a menos durante boa parte do clássico (Carlinhos foi expulso aos 27 minutos do primeiro tempo), enfrentou de igual pra igual o atual campeão da Libertadores. Lucas marcou um golaço digno de placa, a equipe lutou até onde poderia, mas no fim o placar terminou no empate em 1 a 1, na tarde deste domingo, na Vila Belmiro.
  Com a igualdade, o Tricolor diminui a diferença para o líder Corinthians para apenas dois pontos. Já a equipe santista segue mais pra baixo na tabela de classificação.
  Mas Lucas foi o grande destaque da equipe no jogo. Foi a primeira vez que o são-paulino atuou na Vila Belmiro, e além do golaço, o camisa 7 não parou de correr um minuto sequer, mostrando grande disposição. Faltou mesmo mais um jogador do São Paulo em campo.

GOLAÇO DO CRAQUE
  O técnico Adilson Batista entrou com novidades no clássico contra o Santos. Após uma boa partida contra o Ceará, pela Sul-Americana, o meia Cícero ganhou uma vaga entre os titulares. No entanto, o jogo começou com o Santos atacando mais do que o Tricolor, principalmente pelo lado esquerdo com o atacante Neymar.
  O lateral-direito Piris fez marcação individual no camisa 11 santista e neutralizou o jovem rival no primeiro tempo de jogo. Para o São Paulo, faltava encaixar um bom ataque. Mas as coisas ficaram ruins aos 27 minutos.
  Após levar o segundo cartão amarelo, Carlinhos foi expulso. Com um a menos, o Tricolor recuou. Recuou até o meia Lucas resolver para a equipe. Aos 45 minutos, o camisa 7 fez linda jogada e tocou na saída do goleiro Felipe. Um golaço na Vila Belmiro.

TUDO IGUAL NA VILA
  Mesmo com um a menos, o Tricolor criou as melhores oportunidades de gol no início da etapa final. Primeiro foi com o volante Wellington. Ele invadiu a área pela esquerda e tocou na saída de Rafael. Lucas, do outro lado, pedia sozinho. Na sequência, Dagoberto também perdeu uma chance na cara do gol.
  Aos 17 minutos, Adilson Batista fez a primeira mudança no jogo. Tirou Dagoberto para a entrada de Henrique. O Santos, com um a mais, fez valer o mando de campo e teve a maior posse de bola e as principais chances. Ao São Paulo, restava apostar em um bom contra-ataque no segundo tempo.
  Com dores musculares, Casemiro, aos 31 minutos, saiu de campo e Jean o substituiu. No entanto, minutos depois, o meia Paulo Henrique Ganso acertou um belo chute de fora da área e deixou tudo igual na Vila. Os santistas ainda pressionaram, mas o San-São ficou empatado. No fim, Rivaldo ainda entrou no lugar de Lucas.

REAPRESENTAÇÃO
  O elenco são-paulino irá se reapresentar na tarde desta segunda-feira, no CT da Barra Funda. A equipe voltará a campo pelo Campeonato Brasileiro na próxima quarta-feira diante do Fluminense, no Morumbi. No primeiro turno, vitória são-paulina por 2 a 0 no Rio de Janeiro.
*Fonte: SPFC
OPINIÃO

  Um belo jogo, dois times repleto de talentos como Lucas, Neymar, Casemiro, Ganso entre outros, 1 a 1 no geral ficou bom para ambos os lados, para o São Paulo porque empatou fora de casa com um grande adversário, e para o Santos, porque mostrou que tem time para fazer uma campanha melhor do que vem fazendo.
  Jogando com um a menos, depois de mais uma expulsão tola de Carlinhos Paraíba, e novamente em um clássico, o resultado final da partida só valoriza o ponto conquistado na Vila Belmiro.
  A partir de quarta feira começa o segundo turno, sem ter mais tantos desfalques como no primeiro turno, quando teve vários jogadores servindo as seleções de base, e com todos a disposição, Adilson Batista terá
 time e elenco de qualidade para fazer uma boa campanha e brigar ponto a ponto pelo título do campeonato.


Abs
Dan Castanho - TRI Mundial !!!

Nada decidido.

Blatter contraria CBF e defende abertura da Copa de 2014 no Maracanã



  Depois de meses de uma verdadeira guerra em torno da viabilização financeira da Arena do Corinthians em Itaquera, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, colocou lenha na fogueira ao declarar à Agência Estado que quer a abertura da Copa de 2014 no Maracanã e não em São Paulo. 
 "Já demos o centro de mídia para o Rio, e a sede da organização da Fifa será no Rio. Portanto, a cidade mais adequada para receber a abertura é mesmo o Rio de Janeiro. O futebol brasileiro é o Rio. E, para o mundo, o Rio é a cidade mais atraente para abrir uma Copa, sem dúvida", declarou o dirigente.
  Para Blatter, as brigas políticas internas no Brasil têm prejudicado a definição dos estádios do Mundial. "O principal obstáculo para a organização da Copa no Brasil tem sido as brigas políticas entre prefeitos, governadores e governo federal. Isso pode de fato atrapalhar muita coisa. O Brasil sediará uma ótima Copa. Mas tem de resolver essa briga política"
  O cartola máximo do esporte criticou também o atual futebol do país pentacampeão mundial e tem dúvida se o Brasil conseguirá montar uma seleção suficientemente forte para ganhar a Copa de 2014 em casa. 
 "O Brasil tem um novo técnico, mas já há muitas criticas. Ricardo Teixeira disse que não mudará o plano, mas a verdade é que se não houver resultados terá de pensar. O Brasil não terá mais jogos oficiais, apenas brincadeiras. Não há mais nenhuma pressão de competição até a Copa das Confederações. Então nunca sabe em que pé a seleção estará", alertou. 
  Na avaliação do dirigente, o Brasil terá mais facilidade em organizar a Copa do Mundo do que em vencê-la. "Não é tão fácil organizar esse evento, nem para o Brasil. Mas, olha, tenho certeza de que o Brasil vai realizar uma ótima Copa. Só não tenho tanta certeza de que terá o melhor time", opinou.
*Fonte: ESPN
Abs
Dan Castanho

Corinthians x Palmeiras - Rivalidade em campo

Palmeiras e Corinthians desfrutam de bom relacionamento nos bastidores, mas a rivalidade dentro de campo continua acirrada. Os últimos acontecimentos em duelos anteriores contribuíram para apimentar o clássico deste domingo, às 16h, em Presidente Prudente, pelo Brasileirão.



Vários questionamentos estarão em jogo: será que o Corinthians ficará com o título simbólico do primeiro turno? Será que Kleber vai provar que não é mais corintiano? Como reagirá Felipão assistindo ao clássico longe do banco e do ex-amigo Tite?

A equipe alviverde diz ter sido prejudicado pela arbitragem no último dérbi, em maio, vencido pelo time do Parque São Jorge nos pênaltis, 1 a 1 (6 a 5), jogo que levou o Corinthians às finais do Paulistão.

Fora de campo, os dois times têm discursos alinhados. O Corinthians propôs fazer campanhas de marketing junto com o Palmeiras. No entanto, as torcidas organizadas são contrárias à ideia. Juntos, diretores corintianos e palmeirenses se comprometeram a não marcar jogos no Morumbi, forma de boicotar o São Paulo.

O Corinthians tem algumas novidades na escalação para o clássico. As principais são as entradas de Wallace na lateral direita, no lugar do lesionado Alessandro, e de Emerson no ataque, provocando a saída de Alex, também machucado.

Assim, o provável Timão é: Julio Cesar; Wallace, Chicão, Leandro Castán e Ramon; Ralf, Paulinho e Danilo; Jorge Henrique, Emerson e Liedson.

Estão de fora: Adriano, Fábio Santos, Alessandro, Alex e Weldinho, todos no departamento médico.

- Temos de buscar equilibrar o primeiro e o segundo tempo, voltar a ter uma sequência de resultados e bons jogos como vinha acontecendo até perdermos do Figueirense. Temos de tomar menos gols e sermos mais efetivos na frente para mantermos a primeira colocação e fecharmos o turno na frente - disse o técnico Tite.


E VAI CORINTHIANS!!!!

Abs,

Renatinha

sábado, 27 de agosto de 2011

Novo Patrocínio ...

  Steck fará pontual no São Paulo em cinco jogos

  O São Paulo fechou nesta sexta-feira um contrato para preencher o único espaço comercial disponível em seu uniforme. A barra traseira da camisa, que estava vaga desde o dia 31 de julho, será preenchida pela empresa Steck em cinco jogos.
  O time tricolor não revelou o valor que receberá pelo aporte, que foi intermediado pela agência Fujarra Marketing Esportivo. A Steck tem mais de 35 linhas de produtos como ferramentas, plugues e tomadas, e só havia investido no esporte anteriormente com compra de espaço em placas de publicidade estática.
  A Copagaz, que patrocinou a barra da camisa do São Paulo até o fim de julho, continua vinculada ao clube até 2012. O contrato com a marca foi fechado em março deste ano, com validade de uma temporada e quatro meses de exposição no uniforme tricolor.
  Atualmente, a camisa do São Paulo tem estampadas as marcas de BMG (cota máster), Yázigi (mangas), Ale (calção, ombro esquerdo do uniforme titular e ombro direito do fardamento reserva), TIM (interior do número) e Reebok (fornecedora de material esportivo).
  O São Paulo ainda tem acordos com Microlins e Visa, empresas que ocuparão espaços no uniforme quando o centroavante Luis Fabiano estrear. Principal contratação do clube nesta temporada, o camisa 9 está no departamento médico em função de um problema no joelho – ele foi submetido a uma cirurgia plástica no início de agosto para resolver um problema de cicatrização no local.
  Luis Fabiano ainda não tem data para estrear, mas é certo que isso não acontecerá nos próximos cinco jogos. A Steck vai estrear na camisa do São Paulo no próximo domingo, quando o time tricolor enfrentará o Santos em duelo válido pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.
*Fonte: Máquina do Esporte
Abs
Dan Castanho - TRI Mundial !!!

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Humor Alvinegro ?


* Charge de Mário Alberto (Lance)

Abs
Dan Castanho

Não deu para o Palmeiras ...

Kleber desencanta e Palmeiras volta a vencer, mas Vasco avança na Sul-Americana
   O time carioca parece não ter muitas pretensões no torneio. Briga pelo título brasileiro, já está classificado para a Libertadores do ano que vem e entrou em campo com time misto. Mas segue na competição continental após ganhar o primeiro jogo e enfrentará o vencedor do duelo entre Aurora, da Bolívia, e Nacional, do Paraguai.



  Ao Palmeiras caberá focar no certame nacional e no clássico contra o Corinthians, domingo, em Presidente Prudente. Ao menos, o time chegará menos pressionado com o fim do jejum. O último triunfo havia sido na vitória sobre o Atlético-MG por 3 a 2, em 30 de julho, justamente a última vez que um homem de frente havia balançado as redes. Kleber se livrou de marca ainda mais incômoda após dez jogos de mal com as redes.
  O Palmeiras entrou em campo sem Luiz Felipe Scolari. O técnico assistiu à partida da tribuna como forma de protesto contra a arbitragem, especialmente pela presença do assistente Roberto Braaz, com quem teve problemas e acabou expulso no Campeonato Brasileiro. O auxiliar Flavio Murtosa comandou o time.
  O Palmeiras entrou em campo em desvantagem após perder o primeiro jogo no Rio de Janeiro. De cara, partiu para cima do adversário que entrou em campo com apenas cinco titulares. Juninho Pernambucano nem sequer viajou para São Paulo.
  A equipe teve chances com Valdivia e Kleber, mas foi Luan quem abriu o placar os 12 minutos enchendo de esperança a torcida no Pacaembu. Após o gol, o Vasco foi inteligente e parou de fazer ligação direta para diminuir o ímpeto inicial. Os cariocas começaram a prender mais a bola, tirando o controle dos anfitriões.
  O Palmeiras acabou recuando e investindo nos contra-ataques, mas perdia a bola com facilidade, o que dava chances perigosas ao Vasco e obrigava Marcos a trabalhar. A troca de passes também era ineficaz e Valdivia falhava demais.
  Na volta do segundo tempo, os anfitriões voltaram mais incisivos. Logo aos 8 minutos, Kleber deixou sua marca. O gol inflamou a torcida, mas a alegria durou apenas quatro minutos. Jumar soltou uma bomba da intermediária sem chances para Marcos e fez um golaço. Ironicamente, o volante foi motivo de chacota em sua passagem pela Palmeiras com a música que virou hit na internet “eu tenho medo do Jumar”.
  O Palmeiras saiu para o desespero, mas precisava ainda de dois tentos, já que gols marcados fora de casa servem como critério de desempate na Sul-Americana. Felipão tirou um lateral e colocou um meia-atacante para aumentar a pressão. Já sem muita organização, a equipe passou a buscar os chutes de longa distância, enquanto o Vasco apenas administrava deixando o tempo passar.
  Já nos acréscimos, a principal jogada de ataque alviverde deu certo. Marcos Assunção fez o terceiro em bela cobrança de falta, mas de nada adiantou e o árbitro assinalou o fim do jogo.

*Fonte: Uol
Abs
Dan Castanho

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Borges presenteia 'papai' Neymar com dois gols e garante vitória contra o Fluminense

Na festa para o “papai” Neymar na Vila Belmiro, Borges foi a principal atração. O camisa 9 marcou os dois gols do Santos, e garantiu a vitória contra o Fluminense, por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, em partida adiada da 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol do time carioca foi marcado por Rafael Moura
Com o triunfo, o Santos ficou mais distante da zona de rebaixamento, ao pular para a 14ª colocação, com 21 pontos. Já o Fluminense perdeu a chance de encostar no G-4 e se mantém na 9ª posição, com 25 pontos.
No jogo, os holofotes estavam voltado para Neymar. A atuação não foi brilhante, mas o jovem deixou a sua marca em jogada individual ao dar dois chapéus em Lanzini no segundo tempo e levantar a torcida. Na ocasião, o Santos já vencia o jogo por 2 a 1 graças ao artilheiro do campeonato, Borges, que chegou aos 12 gols.

Após atuações sem brilho do time principal, o Santos, enfim, demonstrou estabilidade e soube controlar bem o ritmo da partida. O retorno de Danilo deu maior segurança ao sistema defensivo, e do outro lado, Léo conseguiu impedir as investidas de Mariano ao ataque.

O domínio santista resultou em boas chances, e no primeiro tempo, Arouca, por duas vezes, e Paulo Henrique Ganso e Neymar desperdiçaram ótimas oportunidades. O goleiro Diego Cavalieri conseguiu evitar o pior na primeira etapa. Só não soube parar o goleador do campeonato
Borges fez de cabeça o primeiro gol, aos 13 minutos, mas viu Rafael Moura empatar o jogo da mesma forma, aos 38. O camisa 9 santista não deixou a euforia tomar conta do Fluminense, já que três minutos depois marcou novamente.

Na tentativa de modificar o panorama do jogo no segundo tempo, Abel Braga colocou Souza no lugar de Marquinho. E logo aos quatro minutos fez outra modificação: sacou Valencia para colocar Diogo.

O grande problema para a Abel foi o fato de Fred se queixar de dores musculares pouco depois das alterações e também ser substituído (por Rafael Sobis). Em 15 minutos, o treinador do Flu Apesar disso, o time visitante foi bem superior ao Santos no segundo tempo.

O Fluminense criou boas chances de gol, e na melhor delas, Danilo evitou o gol de Carlinhos ao dar um carrinho preciso sobre a bola evitando que ela entrasse.

A vitória do Santos foi assegurada com sufoco nos minutos finais. Só que o importante para Neymar foi ter coroado o dia do nascimento do filho com um triunfo. Isso, graças a Borges.


(Uol esporte)


Att: Marcel Henrique

Timão faz reunião no gramado a cinco dias do clássico

A quarta-feira começou com cobrança no Corinthians. Antes do treino da tarde, o técnico Tite e todo o departamento de futebol, incluindo diretores e até o atacante Adriano, participaram de uma conversa, no gramado do CT Joaquim Grava, para discutir o momento turbulento vivido pela equipe no Campeonato Brasileiro. No domingo, o Alvinegro enfrenta o arquirrival Palmeiras, domingo, às 16h, em Presidente Prudente.




O papo, com duração de aproximadamente 20 minutos, mostrou o descontentamento do treinador após a derrota por 2 a 0 para o Figueirense, no Pacaembu. Tite foi o único a falar, sempre com gestos, apontando diretamente para o grupo de jogadores. Os jornalistas tiveram de aguardar o encerramento na sala de imprensa e não se aproximaram.

- Foi uma conversa como sempre temos. Mas contente ninguém está. Precisamos detectar os problemas para resolvê-los - afirmou o diretor de futebol Roberto de Andrade.

O atacante Adriano, que raramente aparece no gramado em decorrência de sua recuperação pela cirurgia no tendão do pé esquerdo, também participou da reunião, mas não se manifestou. O mesmo aconteceu com os dirigentes Edu Gaspar, Roberto de Andrade e Duílio Monteiro Alves.

- Não teve nada diferente do que estamos acostumados. Nosso time é experiente para saber que domingo precisa vencer. É o jogo para dar moral, confiança ao Tite e termos uma boa sequência. Precisamos acertar algumas coisas. Sabemos que temos vacilado um pouquinho - disse o goleiro Julio Cesar.

Até o momento, mesmo com a pressão de alguns conselheiros, não há qualquer movimentação da direção para a troca de treinador. Tite segue com crédito, principalmente perante ao presidente Andrés Sanches, responsável pela chegada dele no fim do ano passado.

O clima é de atenção no Timão depois da série instável no Brasileirão. A equipe perdeu rendimento, acumulou resultados ruins e perdeu toda a vantagem que tinha na liderança. Agora, são apenas dois pontos a mais que o Flamengo, 37 a 35, restando apenas uma rodada para o encerramento do primeiro turno.


Domingão é o dia!!!

Abs,

Renatinha

São Paulo 3 x 0 Ceará


  Após um primeiro tempo fraco no Morumbi, o São Paulo precisou de apenas 20 minutos na segunda etapa para fazer 3 a 0 e eliminar o Ceará na fase brasileira da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira, revertendo a vantagem conquistada pelos nordestinos no jogo de ida (vencido por 2 a 1, em Fortaleza). 
  A retranca armada pelo treinador Vagner Mancini, eficiente na etapa inicial do jogo, não conseguiu segurar o time tricolor depois do intervalo, quando gols de Cícero, Lucas e Dagoberto definiram a vitória. 
  Para conhecer o adversário nas oitavas de final da Copa Sul-Americana - marcada para as semanas dos dias 28 de setembro e 19 de outubro -, o São Paulo aguarda o vencedor do confronto entre o Libertad (Paraguai) contra La Equidad (Colômbia) ou Juan Aurich (Peru), que já se enfrentaram em partida de ida, vencida pelos peruanos por 2 a 0.
*Fonte: Terra
Opinião

  Enfim uma vitória em casa, depois de muito tempo o São Paulo voltou a vencer em seu estádio, os 3 x 0 na partida contra o Ceará dará uma motivação maior para o clássico contra o Palmeiras no próximo domingo.
  Ainda sobre o jogo, o Tricolor fez um primeiro tempo fraco e melhorou no segundo, mudando sua postura e atacando e criando muitas oportunidades de gol, fez 3 mas poderia ter feito mais.
  O time precisa ser mais constante e manter o futebol jogado no segundo tempo, o Tricolor tem oscilado muito nos jogos e isso tem refletido diretamente na campanha no Brasileirão, espero que agora, com Casemiro de volta como titular, o futebol apresentado volte a ser o que no início do BR2011, quando o clube estava na primeira colocação.Abs
Dan Castanho - TRI Mundial !!!

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

TEM que CAIR !!

O Ditador
do futebol Brasileiro


Abs
Dan Castanho

Denis também renova


  O São Paulo renovou o contrato do goleiro Denis. O jogador ganhou um aumento salarial, e o vínculo que se encerraria em dezembro de 2012 agora vale até agosto de 2016.
  Denis chegou ao São Paulo em janeiro de 2009. Disputou 21 jogos pelo São Paulo. Sua maior sequência foi em abril de 2009, quando o titular Rogério Ceni ficou fora da equipe por quatro meses, devido a uma fratura no tornozelo.
  Denis César de Matos tem 24 anos e é considerado no clube o substituto natural de Rogério Ceni, que vai se aposentar em dezembro de 2012.
*Fonte: Globo
Abs
Dan Castanho - TRI Mundial !!!

Danilo volta com fama de 'papa títulos' e vê Santos fracassar em sua ausência

Respaldado pela conquista do Mundial S
ub-20, Danilo voltou ao Santos com a incrível marca de quatro títulos em quatro campeonatos disputados na temporada. O lateral vive excelente fase, foi convocado para a seleção principal e viu o Santos sofrer durante sua ausência.

O alvinegro disputou oito jogos desde que Danilo passou a servir a seleção sub-20 na Colômbia. E o retrospecto do time no período é desastroso: são duas vitórias, um empate e cinco derrotas. Aproveitamento de cerca de 29%.
“A alegria é imensa de estar retornando. Os títulos são consequências de um trabalho bem feito. Tenho que aproveitar o bom momento, utilizar minha estrela para ajudar o elenco do Santos. O restante do ano será muito difícil”, disse Danilo, ciente do momento ruim vivido pela equipe.

“Não sei se o time sentiu minha falta, mas a base era muito forte e com mudança de jogadores qualquer equipe sofre. Agora, as coisas vão se acertar”, destacou.

O “reforço” de Muricy foi confirmado na lateral-direita na partida contra o Fluminense, nesta quarta-feira, às 20h30, em jogo adiado da 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após a venda de Jonathan, Danilo vai enfim ser fixado em sua posição de origem.

“Não vou me rotular mais. Vou jogar pelo Santos e dar o meu máximo onde quer que seja. Chega na hora, muda, e posso voltar para o meio-campo. Importante é estar dentro”, avisou Danilo.

O Santos deixou alinhavado o acordo de venda de Danilo com o Porto, mas conseguiu segurar o jogador até o fim do Mundial do Japão, em dezembro. A transação foi efetuada por valor total de 13 milhões de euros (cerca de R$ 29 milhões).

“Devo muito ao Santos. E minha forma de pagar é correndo, me doando pelo clube. A responsabilidade aumenta”, finalizou Danilo.



Att: Marcel Henrique

Mais um que renova

Casemiro renova contrato com o São Paulo
por cinco anos




  O volante Casemiro renovou contrato com o São Paulo por mais cinco anos. O acordo foi selado na tarde desta terça-feira após o treinamento, no CT da Barra Funda. A reunião contou com a presença do presidente Juvenal Juvêncio, o vice-presidente de futebol João Paulo de Jesus Lopes, o diretor de futebol Adalberto Baptista e o gerente de futebol José Carlos dos Santos, além do empresário do atleta.
  A diretoria são-paulina já negociava a renovação há algum tempo. Mas, devido ao Mundial Sub-20, as tratativas tiveram de ser interrompidas. Após a volta de Casemiro da Colômbia, o São Paulo retomou as conversas e prorrogou o vínculo do jogador com o clube.
 "Seguindo a nossa filosofia de renovação com os atletas formados pelo clube, hoje (terça-feira) renovamos o contrato do Casemiro, que nos deixa muito feliz. É um grande jogador que certamente nos dará muitas alegrias", ressaltou Adalberto Baptista.
  Casemiro tem sido um dos principais jogadores do Tricolor na atual temporada. Apesar de volante, ele tem se destacado no ataque. Em 2011, ele disputou 25 partidas e marcou cinco gols. Com a camisa do time principal, são 43 jogos e sete gols.
 "Sempre deixei claro o meu carinho e respeito pelo São Paulo. Estou muito contente com a renovação e ainda mais motivado para seguir no clube e escrever aqui a minha história", concluiu Casemiro.
*Fonte: SPFC
Abs
Dan Castanho - TRI Mundial !!!


Band consegue 2º lugar com decisão do Mundial

  No último sábado, o Brasil conquistou o seu quinto título mundial Sub-20. Com a vitória sobre Portugal, com gol na prorrogação, a rede Bandeirantes conseguiu ficar com a vice-liderança isolada no Ibope. A emissora fez a transmissão com exclusividade na rede aberta.
  Com a partida, a Bandeirantes conseguiu 10 pontos de média na audiência, com 17% da participação entre os televisores ligados. A líder no horário foi a rede Globo, que ficou em primeiro com 22 pontos de média. Durante o período, a emissora carioca fez a reprise do último capítulo da novela Insensato Coração e o Show do Criança Esperança.
  Essa foi a melhor audiência do Mundial Sub-20 na Bandeirantes. Na última partida transmitida, a semifinal contra o México, a pontuação ficou em sete de média. Nesse caso, o horário era o de quarta-feira à noite, que costuma ter maior Ibope. Na ocasião, a partida teve a concorrência do Campeonato Brasileiro, transmitido paralelamente na Globo.
  No mesmo sábado da decisão do Mundial, o Bandeirantes havia transmitido a Série B, com a partida entre São Caetano e Vitória. Com o confronto, a emissora conseguiu cinco pontos de média. O jogo ocorreu às 16 horas.

Campeonato Brasileiro

  Pela Série A, Bandeirantes e Globo transmitiram a partida entre São Paulo e Palmeiras. O empate entre as equipes rendeu sete pontos de média para a emissora paulista e 20 para a emissora carioca. Dessa maneira, a audiência do torneio foi recuperada no horário de domingo. Uma semana antes, Vasco e Palmeiras fizeram o pior Ibope do Campeonato Brasileiro deste ano.
  Cada ponto no Ibope é equivalente a 58.300 domicílios sintonizados. Os dados da medição consideram apenas a audiência de São Paulo, região de referência para o mercado publicitário.
*Fonte: Máquina do Esporte
Abs
Dan Castanho

Diogo corrói imagem criada na Portuguesa e completa 300 dias sem gol



O cobiçado Diogo está desvalorizado. O atacante de 24 anos revelado pela Portuguesa já não ostenta mais a fama de promissor após completar um ano de insucesso na elite do futebol brasileiro. Somada a passagem por Flamengo e agora no Santos, o jogador completa nesta terça-feira 300 dias sem balançar a rede.
O último gol marcado foi vestindo a camisa do Flamengo no dia 27 de outubro do ano passado, no empate por 1 a 1 com o Corinthians, no Engenhão. De lá para cá são 18 jogos (4 pelo Flamengo e 14 pelo Santos) de jejum. Números que corroeram a imagem criada na Portuguesa.

Diogo começou a se notabilizar na Portuguesa logo em sua promoção ao profissional, em 2006. No ano seguinte, ao se tornar o artilheiro do time, marcando 18 gols na Série B, comandando o retorno do clube à elite, o então atacante de 20 anos passou a ser cobiçado no mercado nacional.

Em 2008, a Portuguesa não abriu mão de contar com o atacante por mais um semestre, e ao fim dele concluiu a maior venda da história do clube ao negociar Diogo com o Olympiacos-GRE por cerca de 9,5 milhões de euros.

Na Grécia, Diogo chegou com status de craque e ganhou a camisa 10. No primeiro ano, ele correspondeu às expectativas criadas, foi o vice-artilheiro do time, com 16 gols, e faturou dois títulos (Liga Grega e Copa da Grécia).

No ano seguinte, na temporada 2009/2010, o atacante já dava indícios de dificuldade em marcar gols. Foram apenas 4, em 19 jogos. Sendo assim, o clube grego topou negociar Diogo com o Flamengo por empréstimo de um ano pela quantia de 1 milhão de euros.

No clube carioca, a promessa da Portuguesa tinha a missão de substituir Vagner Love e Adriano, e dele gols eram esperados. No entanto, a passagem foi frustrante, e Diogo marcou apenas 1 gol, em 17 partidas realizadas.

Como Vanderlei Luxemburgo decidiu não aproveitar o atacante nesta temporada, o Santos assumiu o risco ao pagar 400 mil euros ao Olympiacos por um novo empréstimo de um ano. O negócio foi fechado em janeiro, e na Vila Belmiro, Diogo só aumentou o jejum.

Quando engatou uma sequência de oportunidades no alvinegro, Diogo sofreu com uma séria lesão lombar em abril, e ficou quase três meses afastado. Ao retornar, foi novamente aproveitado por Muricy Ramalho, até mesmo como titular, mas não conseguiu balançar a rede.

Diogo esteve em campo pela última vez na derrota santista para o Atlético-GO, por 2 a 0, no último dia 13. Nos dois jogos seguintes, Muricy optou por não aproveitá-lo. O jejum de gols atrapalha, e sem novas chances, o promissor goleador se aproxima da espantosa marca de um ano sem balançar a rede.



Comentario

Não da mais para aturar estes atacantes que nao marca gols, e ainda o Muricy aposta nestes lixos. Colocando Diogo principalmente em classicos (contra o corinthians ele jogou, aff)... So pode querer perder né.

Burrocy ou Muricy tbm apostou em Ze love na libertadores, ainda bem..... Pois com Ze love ganhamos. Mais aposto que sem ele, daria para ganhar duas ou tres libertadores.... rsrs


Att: Marcel Henrique


terça-feira, 23 de agosto de 2011

Atacante Henrique renova por mais cinco anos com o São Paulo

  Artilheiro e eleito o melhor jogador do Mundial sub-20 pela seleção brasileira, campeã no último sábado, contra Portugal, na Colômbia, o atacante Henrique acertou a renovação de seu contrato com o São Paulo por mais cinco tempo temporadas.
 A informação foi confirmada à Folha por pessoas que cuidam da carreira do atleta no início da tarde desta terça-feira. 
  Ele ameaçava deixar o clube, com a argumentação de que seu vínculo era ilegal. 
  Em fevereiro, baseado na lei brasileira, o São Paulo renovou por cinco anos com o volante Rodrigo Caio, quando ele tinha 17 anos. O meia Mirrai, 17, aposta para o futuro, também recebeu nesta temporada um novo contrato com a mesma duração. 
  Mas a Fifa diz que atletas menores de 18 anos podem assinar acordos válidos por, no máximo, três anos. Ao contrário da Fifa, a Lei Pelé não prevê esse limite. Jogadores de 16 anos --idade mínima para assinar contratos profissionais-- podem fechar vínculos de cinco anos. 
  Era devido a esse conflito entre o local e o internacional que Henrique, 20, considerava que estava livre da equipe do Morumbi. 
  Seu contrato havia sido assinado em 2008, quando tinha 17 anos, e valia até 2013. Mas, segundo o jogador, os dois últimos anos deveriam ser desconsiderados por não se adequarem ao regulamento da Fifa. 
  O São Paulo acredita que age corretamente e continua se amparando na Lei Pelé para fechar contratos. "Temos uma tese que foi elaborada pelo nosso jurídico e amplamente discutida. Não vamos abandoná-la por pouco", disse o diretor de futebol amador do clube, Marcos Tadeu Novais dos Santos.
*Fonte: Folha de São Paulo
Abs
Dan Castanho

Esquentando o clima do clássico...

Vaza na internet ficha de inscrição de Kleber
na Gaviões da Fiel


  Na tarde desta segunda-feira, a diretoria da Gaviões da Fiel publicou em seu Twitter a informação de que Kleber, um dos maiores ídolos da torcida do Palmeiras na atualidade, se associou à organizada em 23 de novembro de 2001. A publicação serviu para esquentar ainda mais o clássico do próximo domingo entre Corinthians e Palmeiras, que será disputado em Presidente Prudente, válido pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. 
  Depois de torcida comunicar a presença do atleta arquirrival no quadro de sócios, uma suposta carteirinha de Kleber, com sua assinatura, circulava nas principais redes sociais da Internet. De acordo com a imagem, o atleta palmeirense seria o membro número 57.619. 
  O Terra entrou em contato com o empresário Giuseppe Dioguardi, agente do jogador. Pessoa mais próxima a Kleber no ambiente do futebol, Dioguardi não confirmou que o atacante palmeirense era sócio da Gaviões da Fiel em 2001. 
  O agente do camisa 30 da equipe de Palestra Itália mostrou distanciamento sobre o assunto. "Não vou alimentar uma polêmica entre duas torcidas rivais", afirmou, pensando já no duelo do próximo final de semana em Presidente Prudente
*Fonte: Terra
Abs
Dan Castanho


segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Santos resiste à pressão do Bahia, vence com gol de Alan Kardec

O cenário não era dos mais animadores. Apesar de sair à frente do placar, o Santos havia sofrido o empate do Bahia e via o rival criar inúmeras oportunidades. Parecia que a virada era questão de tempo. Mas o time de Muricy Ramalho resistiu à pressão, ganhou por 2 a 1 com gol do reserva Alan Kardec e deixou a incomoda zona de rebaixamento

O resultado é um alívio para o time santista, que vinha de duas derrotas consecutivas. Além disso, enfim, Neymar e Ganso alcançaram, juntos, a primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Também foi o primeiro triunfo como visitante. Assim, chega aos 18 pontos e respira.

No jogo, o goleiro santista Rafael foi um dos melhores em campo ao realizar uma série de complicadas defesas. Em uma delas, nos minutos finais do primeiro tempo, ele se chocou com Carlos Alberto, machucou sua testa e acabou sendo substituído. Após o revés em casa, os baianos estacionam em 20 pontos.

O primeiro tempo foi alucinante. Empurrado pela sua torcida que lotou o estádio Pituaçu, o Bahia tentava encurralar o rival. Mas deu espaço, e a qualidade do Santos apareceu. Logo aos 2min, Borges encontrou Ganso, que foi derrubado dentro da área. Pênalti. Neymar bateu e fez 1 a 0.


A reação quase ocorreu no minuto seguinte. Junior exigiu uma complicada defesa de Rafael. No contra-ataque, Neymar driblou Lomba, teve tempo de escolher o canto, mas bateu errado e Ávine salvou, evitando o segundo. Esse erro custou caro. O Bahia criou inúmeras oportunidades.

Aos 13min, Junior acertou o travessão. Depois, aos 24min, o próprio Junior chegou a marcar, mas estava impedido. Não bastasse isso, parava em excelentes defesas de Rafael. O goleiro fez dois ‘milagres’ em arremates de Marcos e Jones Carioca, que apareceram cara a cara com o santista. Mas a insistência acabou sendo premiada.

Aos 29min, Junior aproveitou rebote de Rafael e tocou para o fundo das redes. O Santos estava acuado, Ganso e Neymar sumiram em campo, e o Bahia atacava. Aos 33min, Marcos cobrou falta e também acertou o travessão. No final, Rafael se contundiu, não voltou para o segundo tempo e foi substituído por Vladimir.

Assim como ocorreu no primeiro tempo, o Santos começou assustando. Aos 8min, Ganso acertou o travessão. Passado o susto, os baianos voltaram a atacar. Aos 29min, Gabriel finalizou errado, assim como Reinaldo, apenas três minutos mais tarde. Não fez e ainda foi surpreendido. Aos 36min, Alan Kardec, que havia entrado pouco tempo antes, tocou com classe por cima de Lomba e selou a suada vitória.



Att: Marcel Henrique


domingo, 21 de agosto de 2011

Previsível empate

O golaço de Dagoberto não foi suficiente para o São Paulo superar o Palmeiras



São Paulo  1 x 1  Palmeiras

  O São Paulo não conseguiu aproveitar o clássico deste domingo para encostar no líder Corinthians. Com o empate em 1 a 1 com o Palmeiras, a equipe ficou na terceira posição e ainda corre o risco de ser ultrapassada pelo Vasco, caso a equipe vença o Fluminense neste domingo. 
  Dagoberto, o autor do golaço por cobertura do São Paulo, demonstrou felicidade em fazer o único gol da sua equipe, mas sabe que a equipe perdeu pontos importantes em casa. "Foi bom poder ajudar o São Paulo e fazer a minha parte. Mas, estamos perdendo chances de encostar faz tempo. Perdemos pontos importantíssimos em casa", declarou após o jogo. 
  O atacante ainda criticou o lance de gol do Palmeiras. Em uma cobrança de falta de Marcos Assunção, Henrique cabeceou e empatou o jogo. A jogada que já é muito conhecida da equipe alviverde, irritou o atacante. 
 "Fizemos o que eles queriam: as faltas. Temos de agredir mais o adversário. Fizemos o gol e esperamos o Palmeiras tomar a iniciativa. Temos que ser um pouco mais inteligentes", comentou. 
  Com o golaço no Morumbi, Dagoberto chegou ao seu 18º gol na temporada. Ele é o artilheiro isolado do São Paulo. Além disso, assumiu a artilharia do clube no Brasileiro com cinco gols marcados. Lucas, suspenso na partida deste domingo, também tem cinco gols.
*Fonte: Terra
Opinião

  Com certeza, o empate era o que todos imaginavam antes da bola rolar, dois time oscilantes no campeonato, um tem um bom elenco, mas não tem um bom treinador, do outro lado do muro da Marquês de São Vicente, o outro tem um bom treinador e não tem elenco...
  A vantegem do tricolor é que graças ao fim do mundial sub20, o São Paulo terá a volta de Casemiro, titular indiscutível no meio campo sãopaulino, isso sem contar com as voltas de Henrique artilleiro do Mundial e eleito o melhor jogador do torneio, de Bruno Uvine, capitão com a amarelinha e também Willian José, isso sem contar com o Fabuloso, que uma hora vai re-estrear.
  Já o Verdão que hoje não teve seu principal jogador, o Mago Valdívia, não tem muita espectativa de novidades, exceto que apareça alguém da série B para reforçar o elenco.
  Sobre o jogo de hoje, ficou muito abaixo do que se espera de um clássico de tanta história e tradição, tirando o golaço de Dagoberto, no demais, foi um jogo bem mais ou menos, pra variar, novamente o tricolor NÃO venceu no Morumbi, por outro lado o Palmeiras também segue sem vencer, tanto seu rival de hoje , quanto no Brasileirão sendo o time que mais empata na competição.



Abs
Dan Castanho - TRI Mundial !!!

Contra o Palmeiras, Tricolor inicia sequência decisiva


  O São Paulo iniciará neste domingo, às 16h, no Morumbi, uma semana de decisões. Pela penúltima rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o Tricolor, atual terceiro colocado, receberá o rival Palmeiras.
  Além deste clássico, no próximo fim de semana, o São Paulo vai à Vila Belmiro encarar o Santos, também pelo Brasileiro. Mas, antes disso, a equipe terá pela frente o Ceará, no Morumbi, pela Sul-Americana. No jogo de ida, vitória cearense por 2 a 1.
 "É uma semana importante, mas vamos pensar no Palmeiras, que é um jogo difícil e um adversário tradicional. Sei da qualidade da equipe deles. Vou preparar o grupo para ir em busca de um resultado positivo", ressaltou o técnico Adilson Batista.
  O treinador, inclusive, terá um importante desfalque neste domingo. O meia Lucas recebeu o terceiro cartão amarelo diante do América-MG e terá de cumprir suspensão automática. Em seu lugar, Adilson tem algumas opções, mas não revelou quem será o substituto.
  Uma das possibilidades é o atacante Fernandinho, que tem entrado bem nos jogos. No primeiro semestre, o camisa 12 fez o único gol do Tricolor no empate com o Palmeiras em 1 a 1, pelo Campeonato Paulista, também no Morumbi.
 "Clássico é sempre gostoso de jogar. Todo jogador quer fazer o melhor. Tenho boas lembranças. No último jogo no Morumbi, eu fiz um gol contra o Palmeiras. Espero ajudar no que for preciso novamente", disse Fernandinho.
  A vitória no clássico será de suma importância ao São Paulo. Os três pontos darão moral ao time para encarar a sequência difícil no ano. Além disso, o líder Corinthians perdeu em casa na rodada. Se vencer, o Tricolor encostará na liderança e ficará apenas um ponto do topo da tabela.
  A seu favor, o São Paulo mantém um tabu de 17 jogos sem perder para o rival no Morumbi. Uma vitória neste domingo valerá muito mais do que os três pontos. Afinal, clássico é sempre diferente. Uma partida que poderá mudar o ambiente da equipe vencedora.

SÃO PAULO X PALMEIRAS

Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 21/8/2011 - 16h
Árbitro: Cleber Wellington Abade (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcio Luiz Augusto (SP)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Piris, Xandão, Rhodolfo e Juan; Wellington, Carlinhos, Cícero e Rivaldo; Fernandinho (Marlos) e Dagoberto. Técnico: Adilson Batista.
PALMEIRAS: Marcos, Cicinho, Maurício Ramos, Henrique e Rivaldo; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Patrik (Tinga); Maikon Leite, Luan e Kleber. Técnico: Luiz Felipe Scolari.
*Fonte: SPFC
Abs
Dan Castanho - TRI Mundial !!!

Ney Franco exalta reação do Brasil na final do Mundial


  O técnico Ney Franco exaltou a postura da seleção brasileira na final do Mundial Sub-20, disputado na Colômbia. O treinador elogiou a reação da equipe, que não se abateu quando sofreu a virada de Portugal e buscou a vitória, e o título, na prorrogação, na madrugada deste domingo.
 "Sabíamos que seria difícil e que Portugal não estava ali para ser saco de pancadas. Foi bastante difícil e interessante. Mesmo quando estávamos atrás no marcador, conseguimos retomar a vantagem e marcar três gols em uma equipe que não havia sofrido nenhum", destacou. 
  Ney Franco revelou ter adotado na decisão a mesma estratégia de usar jogadores mais técnicos no segundo tempo para superar o cansaço do rival. "Seguimos sempre a mesma tática e isso funcionou, adotando um perfil mais físico no primeiro tempo e fazendo a diferença graças a jogadores técnicos. Tivemos uma queda de ritmo, mas é algo normal quando se disputa os sete jogos de uma Copa do Mundo. Este pentacampeonato é uma bela conquista para o nosso país, e igualamos a seleção principal", comemorou.
  O treinador comentou ainda que ficou surpreso com a eleição de Henrique como o melhor jogador do campeonato. "Estou muito feliz que o Henrique tenha conquistado o prêmio, mas surpreso que o Oscar não tenha sido eleito o melhor jogador da competição"
  Presente nas tribunas do Estádio Nemesio Camacho, em Bogotá, o técnico da seleção principal Mano Menezes também comemorou a vitória dos jovens do Brasil. "Brasil é Penta!! Parabéns a todo esse grupo que, com mito trabalho e dedicação, conquistou esse merecido título", festejou o treinador, responsável pela contratação de Ney Franco para comandar a base da seleção.
*Fonte: Estadão
Abs
Dan Castanho

Oscar marca três, Brasil vence revanche com Portugal e é penta no sub-20


  A seleção brasileira esperou 20 anos por uma revanche. E, neste sábado, duas décadas depois, enfim superou Portugal para conquistar o título do Mundial Sub-20. A vitória por 3 a 2, na prorrogação, teve como grande destaque o meia Oscar, que marcou os três gols da decisão.
  Em sua noite de gala, Oscar fez de tudo. Além de balançar as redes – até então ainda não tinha marcado no torneio – o jogador do Internacional ajudou na defesa, criou no meio-campo e esteve no lugar certo, na hora certa. A atuação explêndida deu ao brasileiro um recorde: ele tornou-se o primeiro jogador da história do Mundial a fazer três gols em uma decisão.
  A vitória diante dos portugueses teve um sabor especial para a seleção brasileira. Em 1991, o Brasil perdeu a decisão do Mundial sub-20 justamente para Portugal, em jogo polêmico e decidido nos pênaltis.
  O título foi o quinto do Brasil na categoria, igualando a seleção sub-20 à principal no número de conquistas. Na história dos Mundiais de juniores, apenas a Argentina tem mais títulos – venceu a competição em seis edições.
  A campanha que levou a seleção sub-20 ao quinto título não começou bem. Em uma estreia pouco inspirada, a equipe comandada por Ney Franco não saiu de um empate por 1 a 1 com o Egito, e viu-se obrigada a conquistar bons resultados nos jogos seguintes para evitar surpresas no Grupo E da primeira fase.
  Ainda na primeira fase, a equipe comandada por Ney Franco deslanchou, fazendo 3 a 0 contra a Áustria e 4 a 0 diante do Panamá. 
  Nas oitavas de final, nova vitória por 3 a 0, contra a Arábia Saudita, e a chance de encarar a poderosa Espanha. Diante da campeã europeia sub-21 e sub-19, o Brasil fez um dos melhores jogos do torneio. E, depois de empate por 2 a 2 após 120 minutos, a vitória veio nos pênaltis, com o goleiro Gabriel como herói. 
  O adversário da semifinal foi o México, campeão mundial sub-17, e um adversário tradicional dos brasileiros nas categorias de base. Com gols de Henrique, o Brasil venceu por 2 a 0, garantindo uma vaga na decisão. Aí, foi a vez de Oscar fazer história.
*Fonte. ESPN
Abs
Dan Castanho

Sujando o nome ...

Acordo sobre dívida por Valdivia fracassa e banco
pode mandar Palmeiras ao Serasa


  Uma dívida com o Banif por causa da carta de crédito de 6.250.000 euros usada para comprar Valdivia volta a atormentar a diretoria do Palmeiras. Segundo cartolas do clube, após uma reunião nesta sexta-feira, foi desfeito o trato verbal que prorrogava o pagamento por dois meses.
  De acordo com os dirigentes, o banco exigiu um adendo no contrato aumentando os juros a partir da prorrogação. Mas os palmeirenses não concordaram. Inicialmente, o pagamento estava agendado para agosto.
  A relação entre credor e devedor é tensa. Também segundo a direção alviverde, os representantes do banco afirmaram que pretendem levar o nome do Palmeiras e de Luiz Gonzaga Belluzzo, presidente na época da negociação, para o Serasa. Por enquanto, só foi paga parte dos juros (existe cobrança apesar da referência em euros).
  A diretoria espera encontrar uma solução para o impasse já na próxima semana. E lamenta o fato de o chileno nunca ter engrenado em seu retorno ao Palestra Itália. Para a maioria, o melhor seria vendê-lo e pagar a dívida. Porém, a esperança de encontrar um interessado em adquirir os direitos do jogador é quase nula.

*Fonte: Ricardo Perrone (Folha/Uol)
Abs
Dan Castanho

sábado, 20 de agosto de 2011

Muricy 'profetizou' 2º semestre ruim no Santos e culpa falta de reforços


Muricy Ramalho fez um alerta no início de junho: para ele, o Santos sofreria no Brasileiro caso não contratasse reforços de peso. Desde a cobrança, Leandro Silva, Henrique, Ibson e Alan Kardec foram contratados, o que foi insuficiente na visão de Muricy. O treinador enxerga carências no elenco, e deixa claro que não foi atendido pela diretoria.

“Quem disputa o Brasileirão sabe que vai perder jogadores. Por isso, precisa de um plantel grande e o nosso deixa a desejar em número de jogadores. Fizemos reuniões sobre isso, tinha certeza que teria dificuldade para armar o time no Brasileirão, mas agora não adianta lamentar”, disse Muricy.
O pedido por reforços para o Brasileiro é antigo, foi feito por Muricy logo na chegada ao Santos no início de abril. Na época, o treinador esperava contar com reforços de peso, e sonhou com os zagueiros Alex Silva e Breno, o meia Cleiton Xavier e o atacante Borges, o único pedido inicial que foi assegurado pelo clube.

Após a Libertadores, o clube perdeu cinco jogadores (Alex Sandro, Alan Patrick, Zé Eduardo, Keirrison e Maikon Leite), e algumas reposições, como Leandro Silva, Roger e Rychely não agradaram o treinador.
No total, o Santos conta com 29 jogadores no elenco. No entanto, os frequentes desfalques de Paulo Henrique Ganso e Neymar por conta da seleção brasileira já eram previsíveis para Muricy. Para piorar, o treinador ainda perde Danilo, também presente na última lista de convocados por Mano Menezes.

“ A diretoria tem que saber o que quer: se pensa na valorização dos jogadores, deixa na Seleção, se quer pensar no Santos, tem de conversar com a CBF – questionou Muricy.

A opinião de Muricy não é compartilhada pelo presidente santista Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro. Para ele, a única posição carente do elenco santista é a lateral-esquerda. Nenhum reforço foi contratado para o setor desde a saída de Alex Sandro.

(Uol.esporte)



Att: Marcel Henrique

Gillette compra nome de amistosos da seleção até 2014

  A derrota da seleção brasileira de futebol para a Alemanha, na quarta-feira passada, em Sttutgart, marcou o início de uma nova fase para os amistosos da equipe pentacampeã do mundo. O jogo foi o primeiro a ceder os naming rights para a Gillette, marca que comprou essa propriedade até 2014.
  Todos os amistosos que a seleção brasileira disputar fora do país nesse período farão parte do Gillette Brasil World Tour. Além do nome, a empresa terá direito a propriedades como placas ao redor do gramado e a realização de ações de relacionamento no interior do estádio, independentemente do local em que as partidas forem realizadas.
  O acordo foi fechado entre a Koch Tavares, agência que cuida da conta da Gillette, e a Kentaro, detentora dos direitos comerciais e de mídia dos amistosos da seleção brasileira. Valores não foram revelados.
  A Gillette já era patrocinadora da seleção brasileira de futebol. Além disso, foi cotista máster dos dois últimos jogos que a equipe disputou no país, contra Holanda (empate sem gols no Serra Dourada) e Romênia (empate por 1 a 1 no Pacaembu). Nas partidas em território nacional não há cota que inclua os naming rights.
  Uma das funções da Koch é identificar oportunidades de mercado para a Gillette na associação com a seleção brasileira de futebol. A partir deste ano, a empresa deseja ampliar de forma contundente a associação de sua imagem à equipe nacional.
 “O patrocínio à seleção brasileira tem restrições maiores do que se pode fazer. Nos amistosos, a Kentaro tem domínio 360, desde a visibilidade até o relacionamento. Quando saímos um pouco da caixa e fazemos algo diferente, potencializamos muito o que nós temos”, disse André Porto, gerente de atendimento da conta Gillette na Koch Tavares.
  No futebol nacional, a Gillette também patrocina os jogadores Kaká (do Real Madrid) e Paulo Henrique Ganso (do Santos). A partir do novo acordo para os amistosos da seleção, a marca deve fazer um incremento em suas ações de comunicação relacionadas à equipe.
 “Essa série de jogos amistosos é a preparação do Brasil para a Copa do Mundo de 2014, e isso tem tudo a ver com a identidade da Gillette, que é a marca que prepara você para a vitória. A marca sempre foi ligada ao esporte. E em um cenário com um número cada vez maior de marcas patrocinando, ficar só no backdrop não é suficiente. Precisamos de mais ativações para conseguir destaque”, afirmou Fernando Souza, gerente de produto da Gillette.
*Fonte: Máquina do Esporte
Abs
Dan Castanho